Entrevistas


REGGAE TOTAL ENTREVISTA COM MÁRCIA GRIFFITHS

Total de visualizações: 218

1°)EU COMO CANTORA DE REGGAE,CONFESSO QUE É UM GRANDE PRAZER ESTAR CONHECENDO A RAINHA DO REGGAE?COMO VC SENTE EM RELAÇÃO A ESSE TÍTULO?

Márcia: Eu  por mim mesmo,não me dei esse título.Ele foi dado a mim porque eu tenho sido a única cantora a ter uma grande produção por todas essas décadas,desde os anos 60.Então eu acabei sendo a única mulher que atravessou por todas as gerações.Faço shows de reggae roots e também posso fazer shows de dancehall.

2°) A MAIORIA DAS PESSOAS CONHECEM VC PELO SEU TRABALHO COM AS I-THREES…MAS COMO SE INICIOU SUA CARREIRA ANTES DE TRABALHAR COM BOB?

Márcia:Na verdade,eu era uma cantora solo.Eu conheci Bob em 1964 no Studio One e felizmente eu já tinha uma exposição internacional antes de Bob junto com o Bob Andy,nós tínhamos uma canção que foi a segunda nas paradas britânicas chamada Young,Gifted and Black.Eu comecei a fazer turnês,sabe…há um bom  tempo atrás.Quando Bob foi para Londres pela primeira vez em turnê e ele voltou para Jamaica,ele me disse o quão conhecida eu era  conhecida em Londres.Naquela época,eu não comecei logo a cantar com ele,porque na verdade As I-Three foram formadas em 1974 e eu tive um grande sucesso no começo do anos 70.

3°) QUAL SERIA A CANÇÃO QUE VC CONSIDERA SEU MAIOR SUCESSO ANTES DO TRABALHO COM BOB MARLEY?

Márcia:Ah…eu tenho várias que gravei no Studio One como Feel Like Jumping…todas essas canções foram juntos com Bob Andy…Melody Life,Tell me Now,Mark my Word.No entanto,a Feel Like Jumping foi a canção número um.

3°)AS I-THREES AINDA SE APRESENTAM JUNTOS?

Márcia:Sim,ainda fazemos .Nós fizemos há alguns dias apresentações em Suriname,Guiana Francesa e em Agosto na França.Nós ainda vamos lá e fazemos um ótimo show.Nós estamos continuando o trabalho porque o trabalho do Bob nunca morrerá.

4°)DEPOIS QUE BOB MORREU,AS I-THREES CONTINUARAM EM CARREIRA SOLO COMO VOCÊ?

Márcia:Eu sou a única que realmente está aí,viajando consistemente.Porque a Rita não está viajando muito.Judy está na igreja mas se nós precisarmos ,nós a chamamos,ensaiamos e vamos,mas ela não assim na estrada como eu.

5°)SENDO A RAINHA DO REGGAE,COMO FOI TRABALHAR AO LADO DO REI DO REGGAE,BOB MARLEY?

Márcia:Palavras não podem explicar,foi uma experiência incrível,foi muito bonito,porque eu e Bob tínhamos uma bonita relação.Fora da música,ele se relacionava comigo como alguém muito aberto e ele era um homem que realmente gostava quando as pessoas era verdadeiras,então ele me via diferente da maioria das pessoas .Trabalhar com Bob foi uma experiência muito bonita pra mim porque eu aprendi muito do Bob.Quando eu comecei a trabalhar com Bob que eu entendi a profundidade da música.Quando eu vi o quão sério esse homem conduzia sua música.Ele era meticuloso,sua música era sua vida.Nada vinha antes da sua música.E ele  se dedicou ás pessoas  de uma maneira muito intensa,sua vida era dedicada ás pessoas.Quando nós fomos para Zimbabuê ,nós estávamos no palco e ninguém sabia o que estava acontecendo e era gás lacrimogênio que soltaram no estádio  e todo mundo correndo para salvar suas vidas e Bob ficou lá em pé,ele estava pronto para ir com aquelas pessoas se fosse preciso .Eu não sei como ele sobreviveu ao gás mas sobreviveu.Todo mundo estava correndo,nós corremos e deixamos ele e ele não correu,ficou lá,porque não importava a razão,ele estava pronto para morrer com o povo.E no final da noite,quando ele nos encontrou e tudo tinha acabado,ele voltou para o palco e terminou o show e então depois disse para nós: “Agora nós sabemos quem são os  verdadeiros revolucionários”.

6°)O GRUPO I-THREE FOI UM GRANDE MARCO DE INTRODUÇÃO DA MULHER NO REGGAE,POIS SABEMOS QUE ESTE AINDA É UM UNIVERSO MASCULINO,COMO FOI A ACEITAÇÃO DA MULHERE NAQUELA ÉPOCA?

Márcia:Na época que I-ThreeS chegaram na cena,eu já estava fora da Jamaica como uma mulher.Além disso,tivemos energias positivas para fazer o trabalho,nós estávamos enviando uma mensagem para as pessoas,então ele realmente nos aceitaram.Embora,fosse dominado por homens,eu tratei de quebrar essa barreira,quebrar esse gelo e até mesmo hoje,a música não é mais dominada pelo homens porque há mais mulheres  nesse negócio hoje.Eu sou muito agradecida por ter contribuído para isso,por  inspirar tantas mulheres.

7°)EU SOU CANTORA E MINHA AMIGA CÉLIA SAMPAIO QUE ESTÁ AQUI,É CANTORA TAMBÉM.AO POUCOS EU TENHO SIDO INDICADA COMO REPRESENTANTE DO REGGAE FEMININO DE SÃO LUÍS.NO ENTANTO,VOCÊ SABE QUE NÓS MULHERES PASSAMOS PELOS PRECONCEITOS MACHISTAS E ÁS VEZES ISSO NOS AFETA,PREJUDICANDO NOSSO TRABALHO.

Márcia:Não…mas a bola está no seu pé!Você entende o que quero

dizer? Isso quer dizer que você tem que tocar e tem que dizer como mulher porque esta é a hora.Os homens não podem fazer as coisas desse jeito.Essas mulheres de hoje estão se levantando pelos seus direitos e você tem que fazer isso também .Ser como a Queen Ifrica,Etana e todas as outras irmãs,elas não aceitam coisas erradas dos outros.Quando um baterista ou guitarrista ou qualquer músico disser alguma para você que não está certo,alguma coisa negativa,você tem que colocar ele no lugar dele.

8°)VOCÊ PASSOU POR ALGUM PRECONCEITO?

Márcia:Sim mas eu era muito positiva.Eu era muito positiva sobre mim mesmo,sobre o talento que Deus me deu,então não importava o que eles diziam,eu era muito positiva,eu sabia no que eu estava,eu sabia que estou aqui para um propósito,então não havia nada que eles pudessem me dizer ou fazer para me colocar lá embaixo.Lembre-se de ser positiva!Como você está gravando minha voz ?(Nesse momento,percebi que ela queria ter a certeza que estava sendo gravada para que outras mulheres ouvissem essa mensagem.)

9°) ATUALMENTE, HÁ TAMBEM UMA GRANDE CANTORA DE REGGAE CHAMADA DEZARIE,DAS ILHAS VIRGENS, QUE FAZ O ESTILO NEW ROOTS…O QUE VC ACHA DO TRABALHO DELA?

Márcia:Bem ,qualquer um que estiver vindo positivo,não importando se for uma irmão ou uma irmã,eu sempre vou gostar deles.E ela(Célia Sampaio) ,ela parece ser muito positiva e eu amo todas as irmãs que entrem nesse trabalho e dêem uma contribuição positiva,mais poder para as irmãs,mais poder e mais força para todas as minhas irmãs que estão fazendo uma boa contribuição para o trabalho.E essa irmã(Célia Sampaio) em particular,eu desejo a ela tudo de melhor porque ela está fazendo um bom trabalho.E uma vez que você pode alcançar e tocar almas como nenhum doutor em universidade pode fazer,é maravilhoso!Só a música pode tocar almas,nenhum doutor pode fazer isso e se essa irmã está vindo e tocando almas…uau…isso é ótimo!Continue irmã…rsrsrs!

10°) NA SUA PRODUÇÃO MUSICAL,PODEMOS ENCONTRAR VARIAS CANÇÕES COM O SEU MARIDO BOB ANDY…ME FALE UM POUCO SOBRE O GRUPO BOB E MARCIA.

Márcia:Qual marido?Não,Bob Andy não é meu marido,nunca foi!Eu nunca fui casada com ele…eu nunca fui casada na minha vida,nós cantávamos e antes ,anos antes nós tivemos uma relacionamento bem na epóca de Young,Gift and Black e agora nós somos apenas bons amigos.Eu tenho três filhos,um está aqui comigo cantando mas eu nunca casei,tive um relacionamento com Errol Thompson,ele era um DJ de rádio.

11°)QUAL O CONSELHO PARA NÓS MULHERES QUE QUEREMOS FAZER  REGGAE?

Márcia: Bem ,meu conselho continua o mesmo.Eu quero que toda mulher faça parte desse negócio porque a música é a melhor arma no planeta Terra agora.Sem a música somos nada!E a melhor arma na Terra é a música,não há nada mais poderoso do que a música e eu gostaria que todas as irmãs que Deus abençoou com um talento,que venham e permaneçam positivas e fiquem firmes.

A maioria das irmãs são muito fortes e elas podem se levantar e defender seus direitos mas uma das melhores coisas que eu digo para várias mulheres é que direção é muito importante,quando você tem alguém representando você como uma cantora,é bom,porque você é mais respeitada  e isso não quer dizer produção,é como um diretor mesmo.Um diretor é alguém no que diz respeito ao seu negócios ,ele representa você,então tudo o que faz como cantora é ir e dar o seu melhor show.Tudo que é relacionado a negócios,ele fará para você.

Eu ainda mantenho que as irmãs têm que manter sua dignidade e respeitar a si próprio então os outros podem respeitar-las,porque se você não se respeita os outros não podem respeitar você.Você tem que manter sua integridade e dignidade e ser uma mulher.

12°)APÓS A MORTE DE BOB,VOCÊ CONTINUOU COMO CARREIRA SOLO…?

Márcia:Eu nunca parei minha carreira solo,não importa se eu estava trabalhando com Bob Andy ou se era com I-Threes e Bob Marley,minha carreira solo sempre continua.

13°)E ATUALMENTE,QUAL É O SEU NOVO TRABALHO?

Márcia:Eu tenho um novo cd lançado e é um cd duplo e eu estou fazendo faixas com todos os cantores que eu tenho trabalhado por todo esses anos e todos os DJs,então tem Beres Hammond,tem todo mundo lá comigo.Eu trabalhei com quase todos os cantores,homens e mulheres,porque queriam  fazer duetos ,então nós apenas compilamos um cd duplo.O produtor é PaintHouse,o mesmo de Buju Banton,Beres Hammond,Tony Rebel.

Fabiana Rasta:Márcia,estou muito feliz pela sua atenção,o que vc disse irá contribuir muito para nossa carreira e para outras mulheres também,pq irei postar suas palavras no meu blog para que todos saibam,para que todos leiam seus pensamentos e assim ajudar outras mulheres a serem mais fortes.Foi por isso que vim aqui no hotel.Então,muito obrigada!

Márcia:Minha irmã,eu te desejo tudo de melhor,força,positividade e tudo de bom para você e para minha irmã aqui(Célia Sampaio).

Célia Sampaio:Aqui tem essa população negra que se identifica diretamente com essa música,mesmo sem saber a língua inglesa,indo pela questão do sentimento,a questão musical,parece que essa música jamaicana foi feita  para nós.

Márcia:Essa é a melhor coisa da música,quando eu comecei a viajar com Bob Marley na Europa,Suécia e outras partes por aí que não falam inglês ,era uma vibração positiva,a música reggae é uma batida pesada,a bateria e o baixo,é uma música de batida pesada,você sente ele mesmo que você não entenda.Você pode sentir a positividade.

Célia:E este sentimento é que nos trabalhou muito,inclusive a nossa identidade,como mulher negra,a partir do momento que começamos a olhar para o jamaicano,ouvir a música,começamos aí a nos identificar com a negritude.

Fabiana:Você entendeu Márcia?A música Reggae nos ajuda.

Márcia:Sim,sim…e por essa razão  que o Reggae carrega uma mensagem tão positiva,porque a mensagem é na verdade a coisa mais importante,porque a mensagem ensina e educa dentro da música.

Fonte: Blog Fabiana Rasta

© Reggae Total 2017 | Todos os direitos reservados